Portal News:

Cinco mortos e outros feridos no ataque a uma igreja na Nigéria


Pastor Johnson Jauro comentou que os disparos de arma invadiram a Igreja Vida Profunda em Gombe, na capital do estado de Gombe, ferindo muitos dos obreiros e matando sua esposa e dois outros. Ele falou do hospital local, onde um grupo de soldados e policiais faz sua segurança. Outras duas pessoas faleceram no hospital devido às feridas e um repórter da Associated Press viu os seus corpos.
O porta-voz da polícia local Ahmed Muhammad confirmou o ataque, mas recusou-se a dizer quantas pessoas foram mortas e feridas pelos homens armados.
O atentado ocorreu enquanto a Nigéria permanece sob ataque de uma seita conhecida como Boko Haram. O presidente do país petroleiro recentemente declarou estado de emergência de algumas regiões devido às ameaças, mas não incluiu Gombe, que se encontra a 350 milhas (570 Quilômetros)  da capital federal da Nigéria, Abuja.
Ninguém assumiu imediatamente a autoria dos ataques, mas as suspeitas recaíram rapidamente sobre Boko Haram. A seita tem realizado ataques altamente sofisticados e sangrentos em sua campanha pela implementação da lei Sharia na Nigéria, um país multiétnico com mais de 160 milhões de pessoas. 
Boko Haram, cujo nome significa “Educação ocidental é um sacrilégio” na língua local Hausa, é responsável pela morte de mais de 500 apenas neste ano, de acordo com a contagem da Associated Press. O grupo assumiu a autoria por um ataque que matou pelo menos 39 pessoas no dia de Natal ao bombardear uma igreja católica próxima a Abuja, assim como um ataque suicida à central das Nações Unidas na Capital matando 25 pessoas e ferindo mais de 100.
No dia 31 de dezembro, o Presidente Goodluck Jonathan declarou as regiões dos Estados de Borno, Niger, Plateau e Yobe em estado de emergência – significando que autoridades podem prender sem provas e conduzir buscas sem mandados. Ele também ordenou que as fronteiras internacionais próximas aos estados de Borno e Yobe fossem fechadas.
Entretanto, permanecem desconhecidos quais serão os efeitos que isso poderá ter na seita que adotou ataques súbitos e bombas suicidas tendo como alvo os militares, policiais e civis.
No meio tempo, um porta-voz militar disse na quinta-feira que os soldados mataram dois homens armados suspeitos de serem membros da Boko Haram após resistirem a prisão e uma cidade do nordeste de Maiduguri.
O Tenente Hassan Ifijeh Mohammed afirmou que o exercito acredita que os homens armados foram responsáveis pelo o ataque de quarta-feira à noite que deixou duas pessoas mortas. 
FontePersecution
TraduçãoCecília Padilha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário abaixo. Se quiser uma resposta, deixe seu endereço de e-mail que em breve estaremos respondendo...

Acompanhe-nos
Facebook- www.facebook.com/portaldiscipulos
Twitter- @eliseurosa
E-mail: portaldiscipulos@gmail.com

Deus abençoe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

© Copyright Portal Discípulos- Portal gospel de notícias do Brasil 2015 | Design by K8 Informática |Powered by Portal Discípulos.