Portal News:

Ibovespa tem pior 1º trimestre desde 1995



O pessimismo dos investidores com o mercado acionário brasileiro fez o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) registrar o pior primeiro trimestre em 18 anos. O cálculo foi elaborado pelo gerente de relacionamento institucional da empresa de informações financeiras Economática, Einar Rivero.
Entre janeiro e março deste ano, o principal termômetro da bolsa brasileira perdeu 7,55%, ante 31,6% dos três primeiros meses de 1995. Esse cenário negativo para as ações torna ainda mais complicada a tarefa do pequeno investidor na atual conjuntura, marcada pela redução da taxa básica de juros (Selic) para os níveis mais baixos da história.
Essa realidade tem tirado a competitividade dos produtos da chamada renda fixa. No primeiro trimestre, por exemplo, a aplicação mais rentável foi a caderneta de poupança que segue a regra antiga, com valorização de 1,51%. Mesmo assim, tende a perder para a inflação oficial do País, medida pelo IPCA, que, segundo projeções de mercado, deve avançar perto de 2% nos três primeiros meses de 2013.
"Apesar do desempenho ruim da Bolsa, acredito no mercado de ações para que o investidor consiga rentabilidade real (ou seja, acima da inflação)", afirmou o administrador de investimentos Fábio Colombo. A outra possibilidade é o mercado imobiliário. "Mas o problema é que os preços dos imóveis subiram demais no País nos últimos anos, o que reduz a probabilidade de novas elevações daqui para a frente", argumenta.
Colombo lembra que, neste momento, a Bovespa opera na contramão da maioria dos mercados acionários mundo afora. O Índice Dow Jones, mais tradicional indicador do mercado acionário americano, fechou ontem no nível mais alto da história, a 14.578 pontos. Entre janeiro e março, o índice acumulou valorização de 11,25%.
"Vários fatores estão segurando o desempenho da Bovespa", disse Colombo. O primeiro deles é a performance fraca dos papéis da Petrobrás, que se desvalorizam 6% (PN) e 13,8% (ON) em 2013. "Essas quedas decorrem da política do governo para o setor de combustíveis", explica.
Outro fator citado por Colombo é a expressiva desvalorização das ações do setor de energia elétrica, em meio às mudanças promovidas pelo governo Dilma no sistema de concessões.
Também tem pesado no desempenho do Ibovespa o mau momento da Vale, em decorrência da desaceleração dos preços do minério de ferro no mundo. Os papéis PNA da empresa caem quase 19% no ano. É importante lembrar que Petrobrás e Vale respondem, juntas, pela maior parcela do Índice Bovespa.
Em março, o ouro liderou o ranking dos investimentos, fruto de dois movimentos: valorização do dólar ante o real e procura maior pelo metal no mundo em meio à crise do Chipre. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário abaixo. Se quiser uma resposta, deixe seu endereço de e-mail que em breve estaremos respondendo...

Acompanhe-nos
Facebook- www.facebook.com/portaldiscipulos
Twitter- @eliseurosa
E-mail: portaldiscipulos@gmail.com

Deus abençoe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

© Copyright Portal Discípulos- Portal gospel de notícias do Brasil 2015 | Design by K8 Informática |Powered by Portal Discípulos.