Portal News:

Comentarista da ESPN pede tolerância dos gays a opiniões contrárias e é fortemente criticado pela mídia

Comentarista da ESPN pede tolerância dos gays a opiniões contrárias e é fortemente criticado pela mídia
As opiniões do comentarista da ESPN Chris Broussard sobre o homossexualismo tem causado uma forte polêmica nos EUA. A polêmica começou quando o comentarista falou, no programa “Between the Lines”, sobre anúncio do jogador da NBA Jason Collins, primeiro jogador das grandes ligas americanas a assumir ser gay enquanto ainda atleta profissional.
Broussard afirmou ser cristão e não concordar com a prática homossexual, e também pediu aos homossexuais, que tolerassem opiniões contrárias, sem tachar aqueles que discordam do seu estilo de vida de fanáticos e intolerantes.
- Eu sou um cristão. Eu não concordo com o homossexualismo. Eu acho que é um pecado, como eu acho que todas as relações sexuais fora do casamento entre um homem e uma mulher – afirmou o comentarista.
- Há muito cristãos na NBA e só porque eles não concordam com esse estilo de vida, eles não querem ser chamados de fanáticos e intolerantes e coisas assim. (…) Assim como eu posso tolerar alguém cujo estilo de vida que eu discordo, ele pode tolerar minhas crenças. Ele não concorda com as minhas crenças e meu estilo de vida, mas a verdadeira tolerância e aceitação é ser capaz de lidar com isso como adultos maduros, e não criticar uns aos outros – completou Broussard.
As afirmações de Broussard não foram bem recebidas pela mídia, que criticou duramente o comentarista. Kelly Dwyer do Yahoo! Sports, foi um dos jornalistas a se pronunciar contra Broussard.
- A última coisa que [os jovens gays] em necessidade é de ver alguém como Chris Broussard, que a ESPN (e, por extensão, a NBA) confia tanto como a sua voz, tanto em jogos e em estúdio, se referindo a eles como pecadores que estão em ‘rebelião aberta com Deus. – afirmou Dwyer.
O jogador da NBA Kobe Bryant também se pronunciou sobre o caso.
- Orgulhoso de Jason Collins. Não se sufoque por conta da ignorância dos outros – publicou Bryant no Twitter.
As críticas às afirmações de Broussard ganharam destaque na imprensa norte americana, principalmente entre os noticiários esportivos, e levaram a ESPN a divulgar uma nota pedindo desculpas pelas afirmações do comentarista.
- Lamentamos que uma discussão respeitosa de pontos de vista pessoais tornou-se uma distração da notícia de hoje. A ESPN está plenamente comprometida com a diversidade e com anúncio de Jason Collins – publicou a emissora.
O jornalista Ben Shapiro, editor do Breitbart, falou sobre as críticas direcionadas ao comentarista, afirmando se tratar de uma perseguição da esquerda. Segundo ele, Breitbart sugeriu que tinha uma visão moral diferente do que a defendida pela esquerda, e que por isso trabalho pode agora estar em perigo.
- Quando se trata de tirania e tolerância, no caso de Chris Broussard é muito mais reveladora do que no de Jason Collins. É o que quer a esquerda: tirania de expressão. Tolerância só se estende àqueles considerados dignos pela esquerda. – afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário abaixo. Se quiser uma resposta, deixe seu endereço de e-mail que em breve estaremos respondendo...

Acompanhe-nos
Facebook- www.facebook.com/portaldiscipulos
Twitter- @eliseurosa
E-mail: portaldiscipulos@gmail.com

Deus abençoe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

© Copyright Portal Discípulos- Portal gospel de notícias do Brasil 2015 | Design by K8 Informática |Powered by Portal Discípulos.