Portal News:

Comissão irá apontar danos no Mercado Público após incêndio

Trabalhadores circulam pelos corredores do Mercado (Foto: João Laud/RBS TV)
Trabalhadores circulam pelos corredores do Mercado Público na manhã desta segunda-feira
(Foto: João Laud/RBS TV)
Uma reunião na manhã desta segunda-feira (8), em que participaram secretários municipais de Porto Alegre, definiu que será criada uma comissão de nove engenheiros da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) para elaborar um laudo técnico sobre os danos no Mercado Público após o incêndio de sábado (6) à noite. O estudo apontará os problemas nas partes elétrica e hidráulica do local.
O fogo provocou grandes estragos na parte superior do prédio histórico. A área inferior foi liberada para acesso após vistoria realizada no domingo (7). O prédio, no entanto, segue isolado e fechado ao público.
GNews - Incêncio no Mercado Público de Porto Alegre (Foto: GloboNews)Mercado Público segue fechado após incêndio
no sábado à noite (Foto: GloboNews)
O grupo de engenheiros começa a trabalhar assim que ficar pronto o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP). Na reunião desta segunda-feira (8) também foi criado um grupo de trabalho que irá fazer um termo de referência técnica, antes da elaboração de um projeto de restauração do Mercado Público.
Enquanto os laudos não ficam prontos, medidas emergenciais como a colocação de tapumes e a limpeza interna do prédio seguem sendo feitas. O trabalho é realizado por 15 garis. Eles não podem acessar apenas áreas ainda analisadas pro peritos. Uma empresa será contratada para colocar uma cobertura provisória no prédio histórico.
A prefeitura também aguarda uma posição da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) para saber se a subestação do Mercado Público continuará funcionando ou se será preciso  a colocação de geradores.
Investigação policial
A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as causas do incêndio. Segundo o delegado Hilton Muller, responsável pelo caso, os exames da perícia começaram a ser feitos no local na manhã deste domingo (7). A área do Mercado Público está isolada desde o momento em que o fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros.
Ainda de acordo com Muller, o isolamento da área deve continuar até, no máximo, terça-feira, quando será avaliada a possibilidade de retomar o atendimento comercial no local. Nesta semana, a polícia deve dar início às investigações ouvindo testemunhas sobre o caso. Segundo o delegado, ainda não há maiores informações sobre a causa do incêndio e de possíveis prejuízos.
Mercado Público nunca teve PPCI
O comandante do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, Adriano Krukoski, afirmou que o Mercado Público nunca teve Plano de Prevenção Contra Incêndio. Segundo o tenente-coronel, o órgão advertiu a prefeitura em 2007, mas nada foi apresentado desde então. De acordo com a Brigada Militar, o PPCI é formado pelo Laudo de Proteção contra Incêndio, responsabilidade da prefeitura, e o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios, emitido pelos bombeiros.
"Nunca foi apresentado para nós. Existe um convênio entre o munícipio de Porto Alegre e o governo do estado. A parte estrutural do plano é feita pela Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic). Já a operacional de combate de incêndio e abandono é pelos bombeiros. Eles já tinham aprovado o Laudo de Proteção, mas isso precisa ser entregue para os bombeiros para emitir o PPCI", explicou sobre a confusão dos documentos. A lei que exige o Plano é de 1997.
José Fortunati fala sobre incêndio no Mercado Público de Porto Alegre (Foto: Reprodução/RBS TV)José Fortunati admitiu que PPCI estava vencido
(Foto: Reprodução/RBS TV)
Em entrevista coletiva neste domingo (7), o prefeito José Fortunati disse que o PPCI estava vencido. "O PPCI estava vencido, mas estávamos tomando providências, tanto que o laudo já estava aprovado. Todos os hidrantes estavam funcionando, não faltou água, algumas mangueiras inclusive não suportaram a pressão, o volume de água. Todos os extintores, todo o sistema estava pronto, faltava o encaminhamento para o Corpo de Bombeiros, que era uma nova fase", explicou o prefeito.
Krukoski enfatiza, no entanto, que apenas o Laudo não é suficiente. Segundo ele, o Mercado Público nunca teve o Plano, e os bombeiros não conseguem revisar todos os PPCIs emitidos na cidade. "Em Porto Alegre temos perto de 150 mil edificações. Não tivemos tempo de revisar todas ainda", admitiu Krukoski.
O incêndio
O fogo começou por volta das 20h30 e os bombeiros conseguiram controlar o incêndio às 22h30. Depois, trabalharam no rescaldo. Não houve registro de feridos. Quem estava no prédio conseguiu sair. A prefeitura afirma que todos os equipamentos de proteção contra incêndio do prédio estavam em dia, sendo 57 extintores que foram revisados há 15 dias e 10 mangueiras substituídas por novas. No entanto, como os profissionais que estavam no Mercado precisaram sair rapidamente, não puderam usar os extintores e mangueiras.
Segundo moradores da cidade, hidrantes falharam e faltou água para apagar o fogo. A população que se aglomerava em volta do prédio gritou revoltada "água, água" e vaiou os bombeiros. O prefeito garante que não houve falhas. "O que eu posso dizer é do enorme esforço dos profissionais", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário abaixo. Se quiser uma resposta, deixe seu endereço de e-mail que em breve estaremos respondendo...

Acompanhe-nos
Facebook- www.facebook.com/portaldiscipulos
Twitter- @eliseurosa
E-mail: portaldiscipulos@gmail.com

Deus abençoe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

© Copyright Portal Discípulos- Portal gospel de notícias do Brasil 2015 | Design by K8 Informática |Powered by Portal Discípulos.