Portal News:

Petróleo fecha em alta em Nova York e em Londres

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam com leve alta nesta segunda-feira (15) em Nova York e em Londres, apesar de um indicador frágil da economia da China.
Dados díspares nos Estados Unidos também influenciaram um mercado que aposta em uma nova queda das reservas de petróleo na primeira potência mundial.
O barril de 'light sweet crude' (WTI) para entrega em agosto subiu US$ 0,37 no New York Mercantile Exchange (Nymex) a US$ 106,32.
No Intercontinental Exchange (ICE) de Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para agosto, fechou a US$ 109,09, uma alta de US$ 0,28 em relação ao fechamento de sexta-feira.
Queda de reservas
"Os dados publicados durante o dia não foram particularmente bons, mas o mercado aposta em uma queda das reservas de petróleo no relatório semanal" sobre reservas de produtos derivados de petróleo nos Estados Unidos, que será publicado na quarta-feira, disse o analista independente Andy Lipow.
As reservas de petróleo para o comércio nos Estados Unidos caíram quase 20 milhões de barris nas duas últimas semanas, acima das expectativas dos analistas, e "como as refinarias continuam trabalhando com o máximo de sua capacidade", os investidores apostam que haverá uma nova queda, explicou Lipow.
A cotação do barril WTI operava em queda nas primeiras operações, lastrada por dados sombrios da economia chinesa e estatísticas díspares nos Estados Unidos. Nesta segunda-feira Pequim anunciou uma desaceleração de sua economia, que registrou uma expansão de 7,5% no segundo trimestre.
Para Bart Melek da TD Securities, esses dados estão de acordo com as expectativas, mas se somam aos indícios de um enfraquecimento da economia, especialmente do setor industrial. Esses dados "implicam que o crescimento da demanda energética no país não será tão forte como se esperava", acrescentou Melek.
Além dos dados das vendas varejistas nos Estados Unidos, a prudência dos investidores também influenciaram os preços.
Segundo o Departamento de Comércio, as vendas no varejo registraram uma alta de 0,4% enquanto os analistas esperavam um aumento de 0,7%. Além disso, se forem excluídas as vendas de gasolina e de automóveis, o indicador registra uma leve queda de 0,1%.
"É um pouco decepcionante, isso mostra que os norte-americanos não estão gastando no ritmo que o mercado espera", destacou Melek.
Contudo, este fraco indicador foi compensado pela melhoria da atividade manufatureira na região de Nova York, que, no mês de julho, superou as expectativas dos analistas, ficando a um nível de 9,7 pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva o seu comentário abaixo. Se quiser uma resposta, deixe seu endereço de e-mail que em breve estaremos respondendo...

Acompanhe-nos
Facebook- www.facebook.com/portaldiscipulos
Twitter- @eliseurosa
E-mail: portaldiscipulos@gmail.com

Deus abençoe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

© Copyright Portal Discípulos- Portal gospel de notícias do Brasil 2015 | Design by K8 Informática |Powered by Portal Discípulos.